Lei de Incentivo à Cultura Secretaria da Cultura

Avisos e Notícias 01/03/2016

Secretaria de Estado da Cultura abre período de inscrições na LIC em 2016

O Diário Oficial do Estado desta terça-feira (01) publica a Instrução Normativa 01/2016 com novas regras do Pró-cultura RS/LIC para os projetos inscritos entre 01 de março e 01 de dezembro de 2016.

“Essa Instrução Normativa abre um período de transição no regramento da LIC, por isso ela terá vigência determinada: somente este ano. Outros ajustes serão implementados para 2017. A principal novidade é a criação de linhas de financiamento e a fixação de valor limite de solicitação para cada uma delas”, afirma o secretário de Estado da Cultura, Victor Hugo.

Conheça as linhas de financiamento e os limites

Linhas de financiamento

Descrição

Limites

I.                   Projeto cultural continuado Projetos continuados, de caráter eminentemente cultural e que já obtiveram ao menos três edições financiadas pelo Pró-cultura RS LIC. Até 80% da média captada via LIC nas três últimas edições, ou R$ 240 mil, o que for maior
II.                Novo projeto cultural Projetos relacionados à produção de novos bens e serviços culturais, à fruição e à circulação de atividades artístico-culturais, bem como projetos de caráter continuado que não obtiveram três edições financiadas pelo Pró-cultura RS LIC. R$ 80 mil para Pessoa Física

 

 

R$ 240 mil para Pessoa Jurídica

III.             Parte artístico-cultural de evento Projetos com a realização de atividades artístico-culturais em eventos relacionados a datas comemorativas (Páscoa, Natal, Semana Farroupilha), em rodeios, e em festas, feiras e exposições agrícolas, industriais e comerciais bem como demais eventos similares, independentemente de possuírem ou não edições anteriores financiadas pela LIC. R$ 140 mil   a

 

R$ 240 mil

 

Com destinação mínima de 50%  do valor solicitado para cachê de artistas

IV.             Grupo artístico Projetos voltados à manutenção, qualificação e/ou  intercâmbio de grupos artísticos. R$ 100 mil

 

 

V.                Patrimônio cultural Projetos e execução para preservação e restauração de bens móveis e imóveis integrantes do patrimônio cultural protegido na forma da lei. R$ 1,5 milhão para
bens tombados pelo Estado

 

R$ 1 milhão para os demais bens tombados

VI.             Espaço cultural Construção, restauração, preservação, conservação e reforma de centros culturais, bibliotecas, museus, arquivos, salas de cinema e outros espaços culturais de interesse público. R$ 500 mil

 

 

A Instrução Normativa detalhada está  no site do Sistema Pró-Cultura RS: http://bit.ly/1RjZ3Kh

“Queremos melhor dividir o bolo do financiamento público, que ele tenha uma distribuição mais justa socialmente, evitando concentração de valores em poucos projetos”, enfatizou Victor Hugo.

mais notícias

Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul
Departamento de Fomento
Centro Administrativo do Estado: Av. Borges de Medeiros 1501, 10º andar - PORTO ALEGRE - RS

PROCERGS 2021
Estado do Rio Grande do Sul