Lei de Incentivo à Cultura Secretaria da Cultura

Projetos

Consulta de Projetos Culturais


Ensaio dos Blocos Descentralizados de Porto Alegre - Carnaval 2018 - 2018

Processo: 16/1100-0001351-0 | Data de entrada: 29/11/2016 | Situação atual: Aprovado
Produtor cultural: DOWNLOAD PRODUTORA DE EVENTOS E MARKETING LTDA. EPP

Área/Segmento cultural: CULTURAS POPULARES

Local de realização: PORTO ALEGRE


Identificação:

No começo do século XXI os Blocos Carnavalescos independentes, muito comuns no Século XIX até a metade do século XX, começaram a ressurgir em Porto Alegre. Esta forma de manifestação se encontrava praticamente extinta, devido às transformações urbanas e sociais ocorridas no final dos anos cinqüenta em nossa cidade com a remoção de vilas das áreas centrais de Porto Alegre, para localidades mais periféricas, como aconteceu na área da Cidade Baixa. Segundo o livro ´Fragmentos Históricos do Carnaval de Porto Alegre´ de Heitor Garcia, o Carnaval (do povão) de Porto Alegre é o carnaval que surgiu nos bairros pobres como o Areal da Baronesa e Colônia Africana. O primeiro assim chamado por ser na beira do rio (uma praia, posteriormente aterrada e onde hoje é a Praça Cônego Marcelino) e que tem esse nome por antigamente pertencer a Baronesa (esposa do Barão de Gravataí), e o segundo pelo numero de negros que ali fixou residência. Foi o local onde os escravos libertos passaram a morar após a abolição da escravatura. O Areal era um reduto totalmente carnavalesco, a partir dos anos 1930 já existem noticias em jornais de grupos com nomes de Ases do Samba, Nós os Comandos, Seresteiros do Luar, Nós os Democratas, Viemos de Madureira, Tô com a vela, Os Caetés e mais recentemente, os Imperadores do Samba, todos tiveram origem no Areal. Foi onde surgiu o Rei Negro (Seu Lelé), primeiro Rei Momo Negro da cidade, e os primeiros coretos populares de bairro. O outro bairro de negras origens da cidade, a chamada ´Colônia Africana´, aos poucos foi perdendo sua negritude pela exploração imobiliária, e hoje tem nomes pomposos como bairro Rio Branco, Montserrat e adjacências. Esse era também o local onde negros libertos foram morar. Da Colônia surgiram grupos como o Aí-vem-a-Marinha, Prediletos, Embaixadores, Namorados da Lua etc… A Colônia Africana era o bairro do famoso Salão Modelo (também chamado do Ruy), na esquina entre as ruas Casemiro de Abreu e Esperança. O Carnaval em Porto Alegre é originário do Entrudo, que passou por épocas de liberação e proibição. Por volta do ano de 1870, o Entrudo cai em desuso pelo surgimento das Sociedades (Esmeralda e Venezianos) que mudam e dominam o carnaval até mais ou menos 1900. O Entrudo consistia em jogar Limão-de-cheiro (uma bola de cera do tamanho de um limão, cheia de água perfumada), uns nos outros. É claro que a coisa descambava, e havia casos em que se atiravam ovos e para completar, farinha nas ´vitimas´. Daí vê-se o porquê de suas várias proibições. Por toda está história, que tem o Carnaval de Porto Alegre, é que queremos ser parceiros na consolidação destas ações culturais em nossa cidade, passando a apoiá-los e auxiliá-los no seu ressurgimento. O Presente projeto denominado Ensaio dos Blocos Descentralizados de Porto Alegre - Carnaval 2018, busca estruturar entidades identificadas como Blocos Carnavalescos, Burlescos e Afro que se propõe a resgatar os Carnavais de Rua com a participação do povo e democrático nas regiões de áreas descentralizadas, junto a um conjunto de comunidades da cidade. Salientamos que o bloco o encontro de foliões, que de forma descontraída, irreverente e com muita alegria percorrem as ruas de Porto Alegre. Possuem a características de um desfile animado, através de um carro de som, uma bateria, instrumentos de sopro tendo como característica principal recordar os sambas e as marchinhas dos carnavais passados e protagonizando ainda as músicas contemporâneas. Nosso movimento vem incentivando o ressurgimento dos blocos, cordões e demais agrupamentos populares que tenham como característica a “Folia de Rua”, em regiões descentralizadas de Porto Alegre. Esta ação tem buscando popularizar o Carnaval de Blocos existentes em regiões não centrais, e ou periféricas de nossa cidade. Protagonizando o resgate da memória de antigos carnavais, e criando novos circuitos da cidade onde existe a concentração de simpatizantes da cultura popular, buscando geração de emprego e renda, cidadania, sustentabilidade e inclusão social. A nossa ação nesta proposta cultural é a realização de um temporada de Ensaios dos Blocos Carnavalescos Descentralizados da Cidade de Porto Alegre, que se inicie 06 meses antes do Circuito do Carnaval de 2018. Neste sentido haverá uma Parceria realizada com a Escola Imperadores do Samba, que foi a escolhida para a realização dos Ensaios dos Blocos do Circuito Descentralizados da cidade de Porto Alegre, uma das Escolas de Samba mais Tradicionais da cidade de Porto Alegre. Na ocasião serão realizados 12 ensaios, que serão realizados nas Sextas-feiras (conforme calendário anexo) na parte da noite, iniciando sempre as 23h00min indo até as 04h00min, na Quadra de Ensaios da Escola Imperadores do Samba, onde se apresentarão para o ensaio por sexta-feira 02 Blocos que compõem o Circuito dos Blocos Descentralizados de Porto Alegre. Realizaremos ainda uma Oficina sobre Gestão Cultural direcionado para os Blocos Carnavalescos e entidades culturais interessadas, como forma de contrapartida (retorno de interesse) do projeto, em local e data a serem informados e divulgados. Saliento que os custos de realização desta ação, serão custeadas integralmente pela Download Produtora.

  Período de realização: 06/10/2017 a 08/12/2017  
Valor aprovado: R$ 179.315,00  Vigência da captação: 08/12/2017  
   
Valor captado: R$ 0,00  
Valor liberado: R$ 0,00 Prestação de contas Relatório Físico: 05/08/2018 
Valor autorizado para execução: R$ 179.315,00 Prestação de contas Relatório Financeiro: 05/08/2018 
Consultar a Planilha de Aplicação  

Precisa de ajuda?

PRÓ-CULTURA RS - Lei de Incentivo e Fundo de Apoio á Cultura
Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul
Centro Administrativo do Estado: Av. Borges de Medeiros 1501, 10º andar - CEP 90119-900 - PORTO ALEGRE - RS Telefone: (51) 3288.7523

PROCERGS 2017
Estado do Rio Grande do Sul