Lei de Incentivo à Cultura Secretaria da Cultura

Avisos e Notícias 19/10/2020

Divulgados vencedores do concurso FAC Audiovisual Entre Fronteiras

O Instituto Estadual de Cinema do Rio Grande do Sul (Iecine), vinculado à Secretaria de Estado da Cultura (Sedac/RS), e o Instituto de Artes Audiovisuales de Misiones (IAAviM), da Argentina, anunciaram na tarde desta segunda-feira (19) os vencedores dos Editais de Concurso Audiovisual Entre Fronteiras. 
 
A edital gaúcho selecionou Um tempo para mim, de Paola Mallmann; Além Rio/ Más alllá del rio, de Henrique Lahude; Corpos celestes, de Botão Filmes Ltda., e Guatá: Nomenando os rios, nomeando a terra, de Christopher Robin Hopi Boomerang Chapman. O Governo do Estado do Rio Grande do Sul, através do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) da Sedac, entregará R$ 50 mil a cada uma das equipes para a realização dos filmes. Pelo lado argentino, os quatro projetos contemplados foram Maragato, de Elián Guerín; Las balsas, de Lrtv Cooperativa; El otro lado, de Camila Acosta; e Tekoá, de Federico Thomas. 
 
Os oito filmes chegarão ao público em 2021. “As propostas temáticas do edital, históricas e socioambientais, bem como a integração das equipes, devem resultar em produções audiovisuais muito relevantes para os dois países, representativos da sociedade no momento que estamos vivendo”, afirmou asecretária de Estado da Cultura, Beatriz Araujo.
 
O FAC Audiovisual Entre Fronteiras “é resultado de uma construção coletiva entre Departamento de Fomento, Iecine e IAAVim, que possibilitou um edital com uma abordagem temática diversa e representativa, promovendo a troca de experiência entre profissionais argentinos e brasileiros desde a sua elaboração até a realização dos projetos audiovisuais, com o objetivo de promover laços criativos e econômicos”, conforme narra a coordenadora do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), Gabriela Konrath.
 
O diretor do Iecine, Zeca Brito, definiu o concurso como a concretização de uma política de continuidade que responde a um processo de construção histórica entre os setores audiovisuais das duas regiões. Ele também destacou a importância de as instituições fornecerem uma perspectiva otimista para o futuro, em um ano em que as dificuldades e as desigualdades se agravaram devido à pandemia de Covid-19. “Acredito que manter esse concurso, manter tudo o que foi planejado, mesmo com todos os problemas que o mundo vive hoje, é uma demonstração da resistência do cinema, da importância da continuidade do que fazemos.”
 
Para o presidente do Instituto de Artes Audiovisuales de Misiones, Mario Giménez, “o concurso é de grande importância para o IAAviM, pois em uma situação complexa, pudemos realizar uma convocação que constrói uma ponte importante com nossos colegas do Rio Grande do Sul, especificando no nível institucional uma integração semeada há muito tempo por referentes do setor independente de ambos os Estados”.
 
Já o diretor do Departamento de Fomento da Sedac, Rafael Balle, enfatizou que o edital "representa um grande passo para as políticas públicas de fomento à cultura, na medida em que estabelece diálogo com outros territórios, gera conexão entre agentes culturais e supera os limites geográficos para potencializar a produção cultural do Rio Grande do Sul”.
 
Sobre os editais

O editais foram lançados em dezembro de 2019, destinando um total de R$ 400 mil para oito produções, sendo R$ 200 mil financiados pelo RS e os outros R$ 200 mil pelo estado de Misiones – assim, cada projeto contemplado recebe R$ 50 mil. A principal exigência do edital era em relação aos temas dos filmes, abordando assuntos comuns aos dois estados: missões jesuíticas, cultura guarani, rios e/ou culturas de fronteira. Além disso, os projeto precisavam contemplar pelo menos dois profissionais de cinema residentes em cada país: o edital do RS terá profissionais misioneros em sua ficha técnica, enquanto o edital do IAAvim apresenta a exigência de incluir dois profissionais do RS vinculados à APTC (Associação de Profissionais e Técnicos de Cinema do RS) em cada projeto.  Os acordos foram realizados a fim de  vincular econômica e criativamente os setores audiovisuais de ambos os territórios e são resultado  do convênio da Rede Audiviosual Entre Fronteira em cooperação com o IECINE e o IAAviM.
mais notícias

Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul
Departamento de Fomento
Centro Administrativo do Estado: Av. Borges de Medeiros 1501, 10º andar - PORTO ALEGRE - RS

PROCERGS 2021
Estado do Rio Grande do Sul